Post Telecine I – Garçonete

Dezembro 22, 2008 § 2 comentários

Jenna é uma excelente fazedora de tortas de uma cidade onde não acontece nada. Todos os dias são iguais: Ela faz tortas e trabalha como garçonete para um chefe desagradável, serve um velho rabugento e, ao fim do expediente, espera descabelada e tristonha por um marido possessivo e violento a quem ela não ama mais.

As coisas mudam quando Jenna descobre que está grávida. Mudam para a personagem do filme de Adrinne Shelly, e para nós, que estávamos a caminho de um filme bobo e otimista ao qual já vimos antes, com personagens solidários de fala mansa cheios de lição de vida para dar. Ao invés disso, Keri Russel se torna a melhor coisa do filme, dando vida a uma personagem que, não podendo fugir dos obstáculos diante de si, encara-os com emoções que, se não são admiráveis no ser humano, não há como negar que sejam verdadeiras. Para Jenna, seu filho indesejado não é uma benção, mas um alien a quem ela chama de “Damn baby!”.

Um filme delicado, e Garçonete mostra que isso não é sinônimo de pieguice nem de ilusões.

No Telecine Premium, dia 11 de janeiro, à meia-noite e dia 12, às 15h50.

Anúncios

Tagged: , , , ,

§ 2 Responses to Post Telecine I – Garçonete

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Post Telecine I – Garçonete at give me my sweets.

meta

%d bloggers like this: